Parceria Estratégica para Projetos de Restauração Florestal na Mata Atlântica

Postado em 27/05/2020

Em meio ao cenário alarmante que estamos vivendo, trazemos uma importante novidade na nossa luta em prol da restauração dos nossos biomas: o CEPAN agora conta com o importante apoio do Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste (Cetene) para a produção de mudas de Mata Atlântica! O Cetene é uma Unidade de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) sediada em Recife/PE há 15 anos, com o objetivo de apoiar o desenvolvimento tecnológico e econômico da região Nordeste, além de promover a integração entre a sociedade, a inovação e o conhecimento.

Esta parceria foi firmada no âmbito do Programa de Apoio a Projetos Ambientais de Reflorestamento, Enriquecimento de Mata e Florestamento – PAP Mata Atlântica, cujo projeto aprovado contará com o apoio do Laboratório de Pesquisas Aplicadas a Biofábrica (LAPAB) para a produção de espécies nativas de Mata Atlântica para projetos de restauração no bioma, com foco na região Nordeste, ao longo de três anos.

Utilizando tecnologias de ponta, o LAPAB é capaz de realizar o cultivo in vitro de mudas a partir de tecidos reprodutivos das espécies coletadas (normalmente, sementes), com base em um protocolo que garanta a diversidade genética nos espécimes produzidos. Lembramos que esta diversidade é fundamental em uma ação de restauração, garantindo que o plantio apresente uma variedade genética que torne os indivíduos mais resistentes a doenças, condições climáticas e outros fatores ambientais ou fisiológicos que comprometam o sucesso do estabelecimento das mudas em campo.

Em laboratório, os tecidos das espécies florestais de Mata Atlântica são cultivados utilizando pequenas quantidades do material biológico original, possibilitando que milhares de mudas sejam produzidas de maneira eficiente, exigindo pouco tempo e apresentando um baixo custo. Uma vez que atinjam o tamanho adequado, os indivíduos são acomodados em uma estufa para crescimento e aclimatação às condições ambientais naturais. Esta etapa é fundamental para que as mudas produzidas se adaptem à temperatura, luminosidade e umidade fora do laboratório, garantindo uma boa chance de sobrevivência no campo durante as atividades de restauração.

Sem dúvida, essa será uma importante parceria para que possamos ampliar cada vez mais a nossa escala de atuação na restauração da tão ameaçada Mata Atlântica nordestina. Se você ficou com alguma curiosidade sobre essa técnica de produção de mudas e quer saber mais detalhes, escreve aqui nos comentários!

#CEPAN #Cetene #PAPMataAtlântica #LAPAB #RestauraçãoFlorestal #MataAtlântica #Parceria #Biotecnologia #Biofábrica

 

Fotos para postagem - Parceria com o CETENE 01Fotos para postagem - Parceria com o CETENE 04Fotos para postagem - Parceria com o CETENE 05


Todas as notícias...