Cronograma do Projeto Rede de Conservação e Restauração da Chapada do Araripe

CRONOGRAMA DAS ATIVIDADES

Acordo de Cooperação Financeira (ACF): nº 217/2022

Duração do Projeto: 4 anos – Junho/2022 a Junho/2026.

 

Atualizado em: 09/22

Para ter acesso ao projeto completo, clique aqui.

 

 

METAS PREVISTAS

 

Meta 1.1 Realizar um diagnóstico da paisagem em 5 meses.

Meta 2.1 Identificar e mobilizar pelo menos 50 atores beneficiários (coletoras e coletores de sementes e viveiristas), prioritariamente mulheres, para envolvimento no Projeto em 6 meses.

Meta 2.2. Identificar e mobilizar pelo menos 5 instituições parceiras para se envolverem nas ações do Projeto, beneficiando 25 pessoas vinculadas às instituições em 8 meses.

Meta 2.3. Mapear e mobilizar de maneira continuada os/as beneficiários/as diretos/as e indiretos/as do programa, correspondendo a pelo menos 150 pessoas engajadas no Projeto em 40 meses.

Meta 2.4. Promover pelo menos 5 eventos de apresentação e discussão sobre o Projeto em áreas/ núcleos estratégicos, envolvendo 100 beneficiários/as em 10 meses.

Meta 2.5. Promover pelo menos 5 eventos de acompanhamento e atualização sobre o Projeto em áreas/ núcleos estratégicos, envolvendo 100 beneficiários/as em 28 meses.

Meta 2.6. Elaborar ao menos 3 tipos de materiais de comunicação para divulgação do Projeto nas comunidadesalvo em 48 meses.

Meta 3.1 Firmar ao menos cinco parcerias estratégicas com instituições locais para apoiar a cessão de áreas passíveis de ações de restauração em 7 meses.

Meta 3.2. Realizar campanhas locais para obter a cessão de 500 hectares de áreas (particulares, públicas, assentamentos rurais, terras indígenas e quilombolas) passíveis de ações de restauração em 7 meses.

Meta 3.3. Mobilizar pelo menos 50 propriedades rurais disponíveis para ações de restauração, e firmar termos de parcerias, com áreas passíveis de implementação das ações de restauração do Projeto em 7 meses.

Meta 4.1. Realizar 06 rodadas de capacitação e acompanhamento técnico (extensionismo florestal) em temáticas voltadas à restauração florestal, coleta e beneficiamento de sementes, produção de mudas de espécies nativas, utilizações alternativas de sementes nativas com fins econômicos e outras temáticas correlatas para 150 beneficiários do projeto, ao longo de 36 meses.

Meta 5.1. Elaborar 50 Projetos Executivos de Restauração Florestal/Ecológica (PERFs) para as áreas a serem restauradas, beneficiando 200 pessoas residentes nas áreas a receber ações de restauração em 7 meses.

Meta 5.2. Executar as ações de restauração promovendo o plantio de 1.200.000 árvores, beneficiando pelo menos 120 pessoas (50 coletores/as de sementes, 20 viveiristas e 50 auxiliares de campo) em 35 meses.

Meta 5.3. Implementar 30 unidades produtivas de Sistemas Agroflorestais (SAFs) em 43 meses.

Meta 5.4. Beneficiar 120 pessoas pertencentes a 30 famílias de pequenos/as agricultores/as com a implantação dos Sistemas Agroflorestais (SAFs), priorizando núcleos familiares chefiados por mulheres em 7 meses.

Meta 5.5. Prover assistência técnica e manutenção das áreas restauradas ao longo de 48 meses.

Meta 5.6. Monitorar 500 hectares de áreas restauradas ao longo de 29 meses.

Meta 6.1. Fornecer apoio técnico para legalização de cadastro no Registro Nacional de Sementes e Mudas (Renasem), ofertado a pelo menos 10 coletores/as de sementes e/ou produtores/as de mudas (indivíduos ou grupos locais mobilizados/as por meio do projeto) em 24 meses.

Meta 6.2. Realizar estudo de precificação de sementes e mudas das 10 espécies nativas representativas da Caatinga em 17 meses.

Meta 6.3. Conduzir um estudo de viabilidade econômica para a comercialização de sementes e mudas nativas da Caatinga em mercados locais, regionais e nacional, como forma de indicar aos beneficiários/as do Projeto possibilidades negociais e fortalecer a iniciativa na região em 6 meses.

Meta 6.4. Fomentar a formação ou fortalecimento de pelo menos 1 Associação/Cooperativa para comercializar sementes e mudas de espécies nativas da Caatinga, incentivando liderança feminina e beneficiando ao menos 30 pessoas em 10 meses.

Meta 6.5. Mobilizar ao menos 30 pessoas para a criação e/ou filiação a uma associação/ cooperativa voltada à comercialização de sementes e mudas de espécies nativas em 3 meses.

Meta 6.6. Realizar 2 Rodadas de Negócios para promoção de comercialização de sementes e mudas, beneficiando 30 pessoas envolvidas na associação/ cooperativa em 3 meses.

Meta 6.7. Realizar 2 cursos de capacitação em comercialização de sementes e mudas de espécies nativas para 30 associados/as beneficiados/as pelo projeto em 30 meses.

Meta 7.1. Mapear e mobilizar 15 organizações, coletivos e instituições que trabalham com a conservação e
recuperação da Caatinga para discussão acerca da criação do movimento Pacto pela Conservação e Restauração da Caatinga, em 25 meses.

Meta 7.2. Realizar 3 encontros entre as instituições, organizações e coletivos mapeados e mobilizados na Caatinga para discussão sobre a criação do Pacto pela Conservação e Restauração da Caatinga, em 26 meses.

Meta 8.1. Quantificar o estoque potencial de carbono nos 500 hectares (1,2 milhão de árvores plantadas) em
processo de restauração com as diferentes metodologias utilizadas pelo projeto em 12 meses.

Meta 9.1. Realizar o acompanhamento do projeto ao longo dos 48 meses de execução.

Meta 10.1. Realizar 3 avaliações de meio termo e 1 avaliação final dos resultados do projeto.

Meta 11.1 Criar um site para divulgação das atividades do Projeto e colocar uma placa de identificação do Projeto em 3 meses.

 

Para ter acesso ao projeto completo, clique aqui.